Notícia

Preâmbulo de um capítulo histórico

May 14, 2022

Estão lançados os dados para a 56ª entrega da Liga Europeia, a mais importante prova de clubes. Trissino, Sarzana, Valongo e Tomar são os candidatos ao ceptro e a juntar o seu nome a uma galeria de notáveis vencedores. #LigaEuropeia

Na conferência de imprensa de antevisão da Final Four da Liga Europeia, Orlando Panza - chairman do comité-técnico da World Skate Europe (WSE-RH) - fez, em jeito de esclarecimento, um ponto prévio. "Queria ressalvar que estamos nas perfeitas condições com as equipas que estão e que nos merecem todo o respeito e todo o nosso apoio por aqui estarem. E que, já o demonstraram, têm toda a capacidade, já se bateram com todos os seus adversários e, portanto, são capazes de qualquer resultado", afirmou.

A 56ª Liga Europeia será este fim-de-semana entregue em Torres Novas. Trissino, Sarzana, Valongo e Tomar são os candidatos.

É uma Liga Europeia diferente, mais igual. Faltam os nomes mais sonantes, que por opção própria - por convicção ou solidariedade com a maioria na EHCA (Associação Europeia de Clubes) - abdicaram da participação na mais importante prova de clubes. Mas, está quem quer, e é mais uma edição como as outras.

À Final Four chegaram, de forma inédita, Trissino, Sarzana, Valongo e Tomar. E a conquista, seja quem for o campeão europeu que sucede ao Sporting, será também ela inédita. O novo campeão juntará o seu nome aos de Barcelona (22 triunfos), Reus (oito), Igualada e Liceo (seis), Sporting e Voltregà (três), Porto e Benfica (dois) e Óquei de Barcelos, Noia e Follonica.

A final, já se sabe, será luso-italiana.

A primeira meia-final é portuguesa, entre Valongo e Tomar, que nos confrontos para o campeonato somaram uma vitória cada. Edo Bosch, tantas vezes presente na decisão sem o sabor da glória, destacou a forma como preparou este evento, reiterando a aposta em jovens de enorme talento, campeões em vários escalões de formação e à procura da afirmação nos seniores.

Nuno Lopes, o técnico mais calejado e o único com uma conquista europeia [a Taça CERS de 2015, pelo Sporting], retorquiu com a sua "prata da casa", mas sublinhou que a possível maior experiência sobre rodas do seu conjunto não será determinante neste duelo.

A segunda meia-final é italiana, entre Trissino e Sarzana, entre Bertolucci e... Bertolucci. 16 anos depois, os irmãos Alessandro e Mirko regressam ao Palácio dos Desportos em Torres Novas onde escreveram uma página histórica com aquele que se mantém o único triunfo transalpino na prova.

Os pais de Alex e Mirko, presença assídua em eventos, serão os únicos que, no arranque da Final Four, poderiam já garantir bilhetes para a final com a certeza que a sua "equipa" estará presente.

Já duas vezes derrotado pelo Sarzana esta época, Alex confia na experiência dos seus jogadores para lidarem com um possível "bloqueio", mas está atento a um valor dos "rossoneri" que conhece bem, não tivesse sido ele a montar a equipa antes de rumar a Trissino no último defeso.

Mirko Bertolucci e o Sarzana fizeram história com esta qualificação, mas já tinham escrito outra página dourada (ainda mais dourada) há um mês, com a conquista da Coppa de Italia. Sendo factual que o campeonato não correu de feição [o Sarzana terminou em 9º], Mirko frisou que a sua equipa está preparada para jogar jogos deste tipo, de "mata-mata".

No entanto, o Sarzana é a única equipa sem histórico de presença nas Final Four entre os seus jogadores. Nesta Final Four, Caio é o que conta mais presenças (vai para a 10ª no momento de decisão) e já deixou o conselho aos seus companheiros do Tomar. Emanuel Garcia e Giulio Cocco, pelo Porto, e João Pinto, pelo Sporting (campeão, tal como Caio, em 2019), também sabem o que é ter o troféu ali tão perto e podem ser preponderantes no Trissino. No Valongo, Miguel Vieira, tal como Cocco, mas pelo Benfica, esteve nas duas últimas Final Four.

A arbitragem será espanhola, assegurada pelos asturianos Jonathan Sanchez e Miguel Diaz, o catalão Ivan González e o madrileno Sergi Mayor.

A meia-final entre as equipas portuguesas (este sábado, 12h) e a final (domingo, 15h) terá transmissão em directo n'A Bola TV.

Meias-Finais

• MF1 • Valongo vs. Tomar • 14.Mai • 12h

• MF2 • Trissino vs. Sarzana • 14.Mai • 15h

Final

Vencedor MF2 vs. Vencedor MF1 • 15.Mai • 15h

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade